Farinha de Casca de Uva Orgânica Organovita 3kg

R$ 129,80
ou R$ 127,20 no depósito
.Comprar
Rica em fibras e em antioxidantes, entre eles o poderoso resveratrol. É elaborada com cascas de uvas orgânicas da variedade bordô, provenientes da produção do Suco Organovita, as quais são separadas e secas imediatamente após a extração do suco, garantindo assim maior sabor e qualidade.

Com cor e sabor que remetem à uva, a farinha tem o poder de acrescentar essas características aos alimentos, além de todos os benefícios atribuídos ao consumo de fibras e antioxidantes.

Bastante utilizada como ingrediente pela indústria de alimentos, agregando valor nutricional e atribuindo novos sabores e aromas.

Utilização:
  • Na preparação de bolos, pães, biscoitos, panquecas e outras massas em geral, adicione meia colher de sopa de Farinha de Casca de Uva para cada xícara de outras farinhas utilizadas na receita.
  • Enriqueça sua granola com uma colher de chá de Farinha de Casca de Uva para cada porção preparada.
  • Acrescente também à saladas de frutas, sopas, cremes, batidas e iogurtes na proporção de uma colher de sopa de Farinha de Casca de Uva para aproximadamente uma xícara destes alimentos.
  • As proporções podem ser alteradas de acordo com sua preferência, porém, gestantes, nutrizes e crianças devem consumir sob orientação de médico ou nutricionista.
Obs: estas informações não substituem a orientação de seu médico e/ou nutricionista.

Ingrediente: Casca de Uva Orgânica. 

Perguntas Frequentes: 

Como é elaborada a farinha de casca de uva Organovita?

Imediatamente após a prensagem das uvas para a extração do Suco, o bagaço resultante é peneirado para separação das cascas e sementes. Em seguida, as cascas e sementes são depositadas em um secador com circulação de ar quente, até que atinjam teor de umidade suficiente para serem estocadas até o momento de sua utilização. Para a obtenção da farinha de casca, o único processo pelo qual as cascas são submetidas é a moagem, e logo após a farinha é embalada.
 
Quais são os efeitos benéficos do consumo da farinha de casca de uva Organovita?

Assim como a farinha de semente, também a farinha de casca de uva é bastante rica em fibras (50% de sua composição). As fibras são muito importantes pois colaboram com o bom funcionamento do intestino, aumentam a saciedade, etc. Mas o maior destaque está no elevado teor de resveratrol presente nas cascas. O resveratrol é um antioxidante reconhecido por suas funções na prevenção de diversas doenças, especialmente as doenças cardiovasculares, câncer, doenças neurodegenerativas, entre outras.
 
Quais são os antioxidantes presentes na farinha de casca de uva Organovita?

Além de polifenóis como o ácido clorogênico, epicatequina e quercetina, a farinha de casca tem como antioxidante principal o RESVERATROL, muito estudado devido ao seu poder de prevenir doenças como cardiopatias, câncer, doenças neurodegenerativas, entre outras.
 
Quais são os antioxidantes presentes na farinha de casca de uva Organovita?

Além de polifenóis como o ácido clorogênico, epicatequina e quercetina, a farinha de casca tem como antioxidante principal o RESVERATROL, muito estudado devido ao seu poder de prevenir doenças como cardiopatias, câncer, doenças neurodegenerativas, entre outras.
 
O que são fibras?

As fibras são substâncias presentes em alimentos de origem vegetal que não podem ser digeridas pelo organismo. Entretanto, elas são utilizadas pelas bactérias do intestino, auxiliando no seu bom funcionamento. Além disso também aumentam a sensação de saciedade.
 
Qual a porcentagem de fibra das farinhas de semente e de casca se comparado com outras farinhas ou outros alimentos que também contém fibras?

Quando comparado com outros alimentos conhecidos por serem fontes de fibra, o teor de fibras da farinha de semente e farinha de casca (46% e 50% respectivamente) é maior do que a observada em flocos de aveia (9,1%), amêndoas (11,6%), gergelim (11,9%), farinha de centeio (15,5%) e linhaça (33,5%).
 
Qual a diferença entre a farinha de semente de uva e a farinha de casca de uva?

Embora ambas sejam bastante ricas em fibras (cerca de 50% da composição) e antioxidantes, cada farinha apresenta antioxidantes diferentes. Enquanto a farinha de semente é rica principalmente em catequina e epicatequina, o polifenol mais abundante da farinha de casca é o famoso e poderoso resveratrol. Também a utilização das farinhas pode variar, pois a farinha de casca apresenta cor e sabor que remetem à uva, e já a farinha de semente possui sabor e cor mais neutros.
 
Qual farinha Organovita é melhor, a de semente ou a de casca?

Nenhuma das farinhas pode ser considerada melhor que a outra, apenas sua composição e seus usos podem variar.
 
Qual a quantidade de farinha de semente de uva e de farinha de casca de uva que deve ser consumida diariamente?

Em relação ao consumo, embora a ciência já tenha comprovado as grandes quantidades de antioxidantes presentes tanto na farinha de semente de uva orgânica como na farinha de casca de uva orgânica, ainda não existem estudos clínicos que apontem uma quantidade diária recomendada. Por isso, nossa sugestão é que sejam utilizadas para enriquecer os alimentos, tais como vitaminas, iogurtes, granolas (pode-se acrescentar 1 colher de chá para cada porção) ou no preparo de bolos, biscoitos, pães e massas em geral (sugestão de 1 colher de sopa para cada xícara de outras farinhas). As quantidades e receitas podem variar de acordo com sua preferência.
 

 
A PRODUÇÃO ORGÂNICA:

A produção orgânica permite que os alimentos cresçam de maneira equilibrada, seguindo o ritmo da natureza. Desta forma, os frutos acumulam mais energia vital e tornam-se uma excelente fonte de nutrientes.

O alimento orgânico não é simplesmente um alimento sem agrotóxico, é o resultado de um sistema de produção agrícola que busca manejar de forma equilibrada o solo e os demais recursos naturais: água potável, ar puro, radiações dos astros do sistema solar, solo, topografia, clima, biodiversidade mineral, vegetal, animal, insetos e de microvida, conservando-os no longo prazo e mantendo a harmonia desses elementos entre si e com os seres humanos.

Benefícios e diferenciais:
  • Produzidos sem agrotóxicos
  • Mais saudáveis e nutritivos
  • Não contaminam o solo
  • Melhoram a qualidade de vida do produtor familiar
  • Preservam a pureza da água
  • Contribuem para o equilíbrio da natureza 
• Prazo para postagem:
Comentários
Veja também